Arquivo da TAG: Pantone

Rose Quartz e Serenity: as cores de 2016!

abre_coresPantone inova ao apontar duas cores como tendência para o novo ano

De acordo com o Pantone Color Institute®, órgão responsável pelo estudo e análise das tendências de cores da marca, a escolha dupla – Rose Quartz (13-1520) e Serenity (15-3919) – é reflexo do desejo do consumidor, que busca foco e bem-estar como um antídoto para as tensões do dia a dia. “Juntas, Rose Quartz e Serenity demonstram um equilíbrio inerente entre um rosa quente acolhedor e um azul mais suave e frio, refletindo conexão e bem-estar, além de uma suave sensação de ordem e paz”, declarou a marca.

Sem dúvida alguma, os dois matizes serão bem-recebidos pelas executérrimas que trabalham em regiões com temperaturas mais altas, mesmo sendo cores mais “delicadas ou difíceis”, já que não “harmonizam tão facilmente” com qualquer tom de pele, conforme aponta Fabi Gragnani.

Mas não é porque você não tem pele clara, que irá abolir as duas cores do guarda-roupa. “Apesar de Rose Quartz e Serenity caírem melhor em peles mais claras, variações leves das duas cores podem favorecer os demais tons”, detalha a responsável pelo Executiva sem Terninho.

A cor Rose Quartz pode ser combinada com outras nuances de rosa, com branco (nos dias bem quentes), com jeans claro (para o casual day). “Já a combinação com amarelo, por exemplo, fica mais difícil. Se quiser tentar, prefira o cítrico. Quanto ao amarelo gema, evite a qualquer custo”, adverte a consultora. Para o trabalho, fica ótima em blazers, camisas, tops e até em acessórios, como bolsas, lenços”, diz Fabi.

Quanto ao Serenity, a consultora aponta que a composição com outros tons de azul, verde (puxado para o azul) e, claro, com branco fica muito interessante e charmosa. “No escritório, sugiro a cor para peças como camisas, blazers, saias, tops e também para acessórios – bolsas, colares”, completa.

E será que as cores Rose Quartz e Serenity deixarão de ser usadas quando os dias frios de inverno chegarem (se é que, de fato, teremos inverno em 2016)? Não mesmo! “Para os dias frios, sugeriria adotá-las em cardigans ou casacos a serem colocados sobre outras peças de tons neutros, como preto e cinza, ou de tons que variam das cores frias, como o marinho, por exemplo. Também podem ser interessantes em acessórios, como cachecóis, ou em itens de pele sintética, com uma bolsa”, detalha Fabi.

Quer ver como aplicar essas dicas de maneira prática e criativa? Então confira as imagens que selecionamos que reúnem as combinações ideias!

A cor de 2015

marsala_ab

O tom quente é elegante e atraente a todos

Marsala 18-1438, essa é a cor do ano de acordo com a Pantone (marca referência na identificação e comunicação de cores). Segundo Leatrice Eiseman, diretora executiva do Instituto de Cores Pantone®, o tom quente é elegante e atraente a todos, ou seja, homens e mulheres irão render-se a ele. “Marsala enriquece mente, corpo e alma, exalando confiança e estabilidade”, acrescenta Eiseman.

Uma variação de vinho e tom terroso, a cor cai bem em blusas, saias, echarpes, casacos, vestidos, sapatos, pulseiras, cintos, aneis, armações de óculos, esmaltes. É um verdadeiro curinga! Além disso, é mais do que indicada para a maquiagem, pois combina com diferentes tonalidades de pele. Por esse motivo, inconscientemente ou não, muitas mulheres já devem ter em seus estojos de maquiagem jogos de sombra, batons, algo que lembre Marsala.

Para Fabi Gragnani, a cor – cujo nome vem do vinho produzido nos arredores da cidade que lhe dá nome, na Sicília, Itália – é incrível para a composição de looks, principalmente, os de outono/inverno, pois além de ser extremamente sofisticada e elegante, permite a combinação com várias outras cores e também é perfeita para ser usada sozinha, em um look monocromático.

“No dia a dia, a combinação de Marsala com azul claro, nude, rosa claro, cinza e até com branco é perfeita para o ambiente profissional. Já para a noite, inclusive para festas, aposte na combinação com o preto e no look monocromático. Chiquérrimo!!!”, sugere Fabi.

Confira as imagens que selecionamos para você entrar de cabeça na cor e suas variações.

 

A cor de 2014

RADIANT ORCHID

Para as executérrimas antenadas na divulgação da cor do ano feita pela Pantone, marca referência na identificação e comunicação de cores, em 2014, teremos como destaque o número 18-3224 da cartela – Radiant Orchid.

De acordo com Leatrice Eiseman, diretora executiva do Instituto de Cores Pantone®, “Radiant Orchid estimula a criatividade e originalidade, cada vez mais valorizadas na sociedade atual”.

Tons de fúcsia, roxo e rosa integram a seleção deste ano, mas vale ficar de olho no que combina mais com seu tom de pele. “Os estudiosos do tema explicam que a coloração pessoal é chamada de “quente” ou “fria”, dependendo da quantidade de hemoglobina (vermelho), melanina (marrom-azulado/marrom-alaranjado) e carotina (amarelo) existente na pele. De qualquer forma, definir a tonalidade da pele não é uma tarefa fácil, exige técnica e, no mínimo, a utilização da luz natural clara”, comenta Fabi Gragnani, do Executiva sem Terninho.

Para saber que tipo de pele é a sua, Fabi indica um teste bem simples:

O ideal é que a análise seja feita por um profissional. Mas existem alguns testes rápidos que podem ajudar a definir se a pele é quente ou fria, como os de aproximação de tecidos ao rosto (comparação entre branco e off-white ou entre dourado e prata). A pele precisa estar bem limpa, os cabelos presos e a luz tem de ser natural e clara.

PELE QUENTE – sob a luz natural, puxa mais para o dourado/amarelado; aquela que se bronzeia mais facilmente e que, nos testes de aproximação de tecidos do rosto, ficam mais iluminadas com o off-white em comparação com o branco e com dourado em comparação com o prata.

PELE FRIA – sob a luz natural, puxa mais para o rosado; aquela que fica vermelha ao se bronzear e que, nos testes de aproximação de tecidos do rosto, fica mais saudável e iluminada com o branco quando comparada com o off-white e com prata quando comparada com o dourado.

De acordo com Fabi, os tons indicados para peles quentes são os castanhos-dourados, caramelos, beges, laranjas, amarelos, vermelhos quentes, verde-musgo. No caso de peles frias, os azuis suaves, castanho rosado, marinho, rosa-vivo, lavanda, ameixa, cinzas, pratas. Mas ela ressalta que não é porque a pessoa é considerada de pele fria, que não pode usar tons quentes. “O importante é a forma de usá-los, de preferência em acessórios ou do tronco para baixo (sempre longe do rosto)”, diz.

A cor do ano (uma cor fria) merece atenção especial ao ser combinada com tons de pele e peças de outras cores. “O ideal é que seja usada por mulheres de pele fria, quando muito próxima ao rosto (blusas, tops, camisas, blazer) ou em acessórios, por mulheres de pele quente”, sugere Fabi. Já a combinação da Radiant Orchid com outras cores na produção pode ser feita de forma discreta para quem tem receio de ousar, por meio de cores análogas, aquelas que ficam lado a lado no círculo de cores, como violeta e azul. “Assim, o contraste é baixo e o efeito harmonioso. Outro método de fácil utilização e de resultante interessante é a combinação monocromática, o chamado tom sobre tom”, explica.

Confira nossas sugestões!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...