Sorriso Gengival – Estética relacionada à gengiva


Olá, executérrimas!

Hoje temos um novo artigo de nosso parceiro, o dentista Dr. Alexandre Morita Cutolo!

O artigo aborda um tema sensível para muitas mulheres: a exposição em excesso da gengiva no momento do sorriso.

Interessante! Aproveitem!

Beijooooooo!

Fabi Gragnani

—————————————————————————————————————————————–

sorriso3

Sorriso Gengival – Estética relacionada à gengiva

Dr. Alexandre Morita Cutolo

O sorriso gengival é uma condição que acomete uma grande parte da população causando, muitas vezes, um problema estético para o indivíduo. Dentre as diversas causas de sorriso gengival, a hiperfunção do músculo levantador do lábio superior é uma das mais significativas.

A estética do sorriso tem ganhado grande destaque nos tempos atuais. Quando há assimetria entre a proporção do tamanho do elemento dental em relação à gengiva, pode haver insatisfação por parte da maioria das pessoas – por conta da preocupação com a estética do sorriso. Muitas delas vêm se preocupando em harmonizar o sorriso, procurando técnicas que solucionem suas necessidades. Lembrando que o belo, tanto para profissionais quanto para leigos, possui suas diferenças de percepção, por isso é importante o profissional cirurgião dentista avaliar cada caso respeitando as individualidades e o gosto de cada paciente.

O sorriso é definido como uma posição dinâmica dos lábios que varia segundo o grau de sua contração muscular e seu perfil. Já a linha do sorriso pode ser definida pelo traçado de uma linha imaginária que acompanha a borda inferior do lábio superior distendida pelo sorriso. Sua harmonia pode ser influenciada por aspectos relacionados à coincidência da linha mediana (linha que divide o rosto no meio) com a linha interincisiva (linha que passa nas pontas dos incisivos), às características do posicionamento da extremidade incisal. Há relação do paralelismo do plano incisal com a linha do sorriso associado às características do tecido gengival do paciente. Em 69% da população, a linha do sorriso é caracterizada como média, enquanto 11% apresentam linha alta do sorriso.

Uma quantidade excessiva de tecido mole não é antiestética em si, dependendo da forma cujo excesso está disposto em relação aos dentes e lábios, e essencialmente da autopercepção do paciente.

Uma das principais causas do sorriso gengival é a erupção passiva alterada dos dentes, na qual o periodonto não migra satisfatoriamente em sentido apical, recobrindo assim a junção amelocementária, deixando uma coroa clínica pequena e o sorriso semelhante ao de uma criança.

Todo caso de sorriso gengival pode ser corrigido, podendo integrar várias especialidades da odontologia, uma vez que a causa pode ser bastante variada. O tratamento pode ser desde uma simples aplicação de botox até uma cirurgia mais complexa.

Dr. Alexandre Morita Cutolo

www.dentaldesigner.odo.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *